segunda-feira, julho 21, 2014

Pokémon the movie XY-Ten

Antes que me perguntem, começo essa postagem dizendo que, apesar de atualmente eu não curtir Pokémon (não como antigamente), resolvi dar uma conferida ontem, na amostra Pokémon the movie XY-Ten, que está sendo realizada em Roppongi Hills, no observatório do Tokyo City View (52F), e que começou sábado, dia 19 e vai até dia 31 de agosto. Recado dado, pra depois ninguém vir me atazanar, afinal, é o meu dinheiro que tá pagando mesmo! Na verdade, o que me atraiu nem foi o evento em si, baseado no novo filme, “Hakai no Mayu to Diancie”, que estreou sábado, mas pelo Pikachu Cafe, um collabo café que seria montado lá no Mado Lounge Spice (cafe que fica no observatório). Tinha visto parte do menu, de um link compartilhado por uma amiga, e fiquei na maior vontade. Afinal, não é sempre que vai ter um collabo desses. Claro que os preços não são nada convidativos, ainda mais se pedir muita coisa, e sem contar o valor da entrada, afinal, tinha que ver a amostra também.
O evento vai das 10h00 às 22h00 (última entrada às 21h30), peguei o trem aqui de Nishi-Koizumi às 7h11, e cheguei em Roppongi às 9h39, acreditando encontrar fila pra entrar. Como eu acabei me esquecendo de comprar o ticket antecipado no dia anterior (¥1200), procurei um Seven Eleven mais perto da estação, e fiz a compra na copiadora, pra evitar pagar ¥1500 na entrada. O antecipado continua sendo vendido durante o período do evento. Ao chegar no Roppongi Hills, me deparei com um monte de estátuas de Doraemon (66 no total), e perdi uns minutos preciosos fotografando. Isso fica para uma outra postagem. Fui para o Tokyo City View, e praticamente nem tinha fila, o público ainda estava pequeno. Troquei o ticket antepado pelo bilhete do dia, e fui ao 52 andar.
Lá na amostra, ao entrar, você pode optar em seguir a rota, ou ir no que interessar. Tirei umas fotos do cartazes e figuras infláveis, e fui logo procurar a fila do Pikachu Cafe. Estava enorme, e sabia que levaria um bom tempo até chegar a minha vez. O atendimento, como sempre, é lento demais, pois só tem um atendente pra receber os pedidos, e um pra preparar os drinks. Enquanto estava na fila, recebi o menu (frente/verso), bonitinho, na forma do Pikachu, mas infelizmente não podia levar pra casa, tinha que devolver... Diferente de quando teve o collabo no evento de Madoka Magica, desta vez você comprava shokken (bilhete) numa máquina, o que facilitava na hora de fazer os pedidos. Você era levado para uma mesa, pela staff, e depois ia no balcão fazer o pedido. No da Madoka, você fazia o pedido, e acabava não tendo lugar pra sentar. O limite de uso era de uma hora. Peguei o Pikachu no Curry (¥1180), o Pikachu no 10-Man Volt Parfait (¥880) e dosi fruits float drink, Diancie (Strawberry) e Keromatsu (Blue Orange), de ¥700. Entretanto, se pedisse o set de food+fruits float, o drink saía por ¥500. Só não dava pra fazer set com dessert, daí o outro drink eu tive que pagar em separado. Os drinks são preparados na hora, e os foods/desserts são levado até a mesa.
Tinha entrado na fila às 10h20, e depois de mais de uma hora, por volta das 11h40, fui atendido. Claro que, por mim, se pudesse, compraria os seis drinks pra experimentar. Eles são pequenos e nem pesavam tanto, mas dois já estavam de bom tamanho. Um tinha que ser da Diancie mesmo, afinal era o Pokémon principal do filme. O outro, foi mais pela cor (azul), daí escolhi o do Keromatsu. Depois de cerca de 20 minutos, chega o Parfait do Pikachu, e nisso, eu já tinha bebido o float da Diancie. Pra fazer a foto do parfait, propositalmente tinha trazido de casa, minhas pelúcias (strap) dos Pikachu, que eu havia comprado num Pokémon Center. Desculpe, quem pensou que fazia parte do set...kkk! O parfait é muito bom, mas detestei o açúcar cristalizado (azul), por ser muito duro. Mas como dizia o menu, você sentiria uma crocância (Pachi-Pachi) ao comer...
Logo em seguida, antes mesmo de eu terminar de comer o parfait, chega o curry do Pikachu. E bem como estava no menu... Pensei que ia vir todo deformado! O brócolis eu deixei, pois eu detesto...rsrsrs! Sou daquelas crianças que faz “suki-kirai” sim!! As orelhas eram feitas de snack tortilla (tipo Doritos), o Pikachu parecia Dry-curry, mas estava bem apimentado. Ah, e pra quem pedia set de food+fruits float, ganhava de brinde, esse pudim de manga do Pikachu, o mesmo que vinha na cobertura do parfait.

Terminado de comer, era hora de andar pela amostra. Não tinha muito o que se ver, e a maioria das ilustrações, fotos e painéis, não se podia fotografar. Entrei numa sala que ficava exibindo um teaser curtinho do movie e depois, em outra que era o “Touch The Monster Ball”, no qual você tocava numa pokébola e fazia aparecer um dos pokémons do filme. Deveria ser randômico, pra ficar mais divertido, mas tudo bem, as atrações em si, eram para crianças.Tirei mais algumas fotos do que tinha exposto do lado de fora, e fui ao 50 andar, onde foi montado o Pokémon Center Shutchosho. Tirei algumas fotos dos produtos, acho que podia, afinal, não havia restrição de “No Photo”. E para não sair de mãos vazias, levai algo baratinho e limitado do evento, o Metal Clear File (¥432) e o W-Clear File (¥486) [Foto]. Chocolates e biscoitos até são legais, mas se você não comê-los...rsrsrs! Depois disso, saí do evento e fui dar uma andada no Roppongi Hills, que estava tendo o festival Natsu Matsuri (19/7~24/8). Estava achando estranho que Roppongi Hills estava cheio de gente... Era por volta das 13h20.

1 Comments:

At domingo, julho 27, 2014 10:26:00 PM, Blogger Spider-Phoenix said...

Já tinha lido sobre esse café do Pikachu. Até queria dizer que ia ir mas como tenho feito dieta pesada nos últimos meses, estou até feliz rsrsrs

Aproveitando, sobre o que eram esses clear files? Foi sobre a exposição ou sobre o filme? Rola umas fotinhos?

Engraçado como são as coisas... Teve uma época que parei de curtir Pokémon, depois voltei e agora acho que curto mais hoje em dia do que antigamente haha

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home