domingo, junho 29, 2014

Ikebukuro>>>Akihabara>>>Shinjuku

Ontem eu tive um dia fantástico ao lado da amiga Maki Dani (Daniela Makiyama), quando passeamos por três lugares diferentes, começando por Ikebukuro, mais tarde Akihabara e fechando a noite em Shinjuku. E por pouco eu ia acabar nem saindo de casa, tava meio chateado com uns problemas, coisas do dia a dia e tal, mas tinha que sair pra esquecer dos males. Na parte da manhã, nos encontramos em Ikebukuro, para o quarto Acosta!, evento de cosplay promovido pela loja ACOS, todo final de mês, no Sunshine City. E tinha que ir mesmo, afinal, a ideia tinha sido minha. E hoje, a Acosta está se tornando um dos maiores eventos de cosplay em céu aberto, por ser o mais liberal – poder andar de cosplay pelo bairro de Ikebukuro, praticamente sem restrições, e até podendo entrar vestido, em alguns estabelecimentos. O preço era ¥1500, tanto no dia como antecipado, para cosplayers ou não cosplayers.
Cheguei às 9h50 em Ikebukuro, pois o evento ia das 10h00 às 18h00, mas a Maki teve um pequeno atraso, chegando uma hora e meia depois, e dando tempo de explorar um pouco a estação de Ikebukuro, passar no depto Lumine, e comer takoyaki no Tsukiji Gindaco. Claro que, em evento de cosplay, o tempo é precioso, pois perde-se minutos pra se aprontar e tirar, fora procurar lugares para fotos. Que aliás, tiramos bem poucas, fui tudo meio entre a gente mesmo. Fica pra uma outra vez. Como já passava das 11h00, aproveitamos para passar no Matsumoto Kiyoshi, pra comprar colírio (pra usar depois de tirar as lentes) e eu, na ACOS, pra comprar as lentes. Paguei caro, mas não teve jeito. Não tive tempo de procurar pela net. Acho que entramos por volta das 12h30, e já dava pra ver um monte de cosplayers legais, e muitos de Yowamushi Pedal. Foto que eu "roubei"da Maki...kkk!
Eu demorei demais pra me aprontar, e por falta de manjar de maquiagem, e por não ter material adequado, tive que pedir pra Maki corrigir, ou melhor, refazer pra mim... E isso encurtou mais o nosso tempo. Por volta das 14h00, fomos tirar umas fotos do lado de fora, no terraço do Sunshine City, que por sorte, tinha parado de chover (foi um saco ter que ficar carregando guarda-chuva). Queria tirar mais, mas me falta ainda muita coisa, posicionamento, pose, camera profissional etc. Valeu pela primeira vez... Depois fomos para a Animate, e nem sei o que tava rolando lá no último andar, mas a mulherada tava lotando as escadas, nem dava pra andar. Depois das 15h00, voltamos na pressa para o Acosta!, pra nos trocarmos e tirar a maquiagem, pois logo às 16h00, a Maki tinha reserva no Marble Cafe, que está transformado num café temático de La corda d'oro (Rindenhall Cafe). E pra mim, foi uma correria, tirar a roupa, o make e as lentes (uhhh!) em cerca de 15 minutos.

Corremos para o Marble Cafe, que ficava bem pertinho (perto da rua onde fica a Gamers). Nos deram o menu, um pra cada um, que depois eu vi que podia levar pra casa. O tempo de uso era de 2 horas, quase no mesmo formato do Animate Cafe. E era o último horário, para o qual a Maki concorreu. Acabamos pedindo cada um o Prefix Menu, que era um prato A+prato B+”Kinpira Gobô&Soup”, por ¥1480 (mais imposto). De avuslso, pedimos drink e icecream. A Maki pediu mais um drink extra, pra tentar tirar mais um card. E foi uma zona esse café. Primeiro, como era collabo de game otome, só tinha eu lá, de homem. Tô acostumado! E vira uma confraternização de “fujoshi's”, é mulher berrando, vendo o que a outra tirou, comentando etc. E é assim, tirou card repetido, é só sair trocando na outras mesas.
Achei a comida simples, boa, mas cara, se comparado a Animate Cafe. A mesa era pequena demais, mal cabia os quatro pratos, e sem contar que eram mesas pra quatro – sentamos ao lado de duas japonesas. Podia-se tirar foto lá dentro, menos filmar e gravar o áudio,  mas o ambiente era apertado, e tinha uns quadros enormes pindurados no teto, que até a moça que estava ao meu lado bateu a cabeça e o quadro caiu.
Mas tinha umas coisas precárias, tipo não ter tissues/guardanapos, e só oferecerem hashi. Foi hilário a gente tentando comer soboro-don/chahan com hashi...kkk! Tinha que pedir a colher em separado... Pelo menos deram colher para tomar o sorvete...
Com relação aos cards, dados a cada menu, não traziam na hora. Esperavam um tempo, e traziam a caixa pra tirar sortido. Dos oito cards, tiramos cada um quatro. A Maki teve sorte, e não tirou repetido. Eu tive azar, e saiu três repetidas do Ritsu (que a Maki já tinha tirado). Ficamos com 5 cards. A Maki até tinha pedido mais um drink extra (da Jinnan Kôkô), mas por praga, saiu mais um Ritsu. Aliás, a mulherada só tava tirando card do Ritsu... O staff até abriu a caixa pra mostrar que tinha todos os cards lá dentro. Mas com paciência, a Maki consegiu fechar a coleção. Tinha que ficar de olho nas repetidas que elas deixavam no canto da mesa, e sair na base do “é meu, troca comigo etc”.
Perto do final, teve o jankenpo, para sortear um set de dois posters (Seiso e Jinnan), para uma pessoa. Se houvesse empate, cada um levaria um poster. Caí logo na segunda tentativa! Na hora de pagar, o mais estranho, tinha que esperar trazerem o recibo, a menos que o cliente estivesse com pressa. As pessoas iam saindo por grupo. Mas foi muito divertido, eu que não curto “otoge”, ri muito.
Antes de vazarmos de Ikebukuro, fui conferir o local onde funciona o Cafe&BarCharacro, administrado pela Namco, e que está tendo collabo de TIGER & BUNNY. Foi mais pra saber onde fica, pois a partir do dia 27 de julho, o lugar vai virar o café oficial de Macross Frontier. O sistema de reserva é o mesmo do Animate Cafe, por inscrição (Characro) e sorteio de reserva com dia e hora definidos. Mas já tem que estabelecer o número de pessoas, 1 a 4. Pra quem for levar acompanhante, isso já tem que constar na reserva.

Saindo de Ikebukuro, a segunda parada foi uma passagem rápida em Akihabara, que já estava nos planos, pois tive que retirar a minha reserva do jogo do PS Vita GIRLS und PANZER Sensha-dô, Kiwamemasu! [Rival wa Takaramono Box], de ¥10454 (menos ¥1000 da reserva, ficou em ¥9454). Escolhi a Sofmap por dar de brinde esse lindo tapestry. Depois, acompanhei a Maki nas compras na Kotobukiya, e ás 19h20, fomos para Shinjuku.

Em Shinjuku, o objetivo era pegar o collaboration sweets de Hoozuki no Reitetsu, que está acontecendo no Patisserie Swallowtail Annex, no depto OIOI Annex (Marui One Annex), sexto andar. Queríamos levar o set de cookies, mas já esta esgotado. Compramos cada um o Jigoku Cake (¥680), que podia ser tanto Eat-in como Takeout. Mas como íamos comer o Hoozuki Parfait (¥800), esse não podia levar pra casa. O engraçado é ter que pedir o Jigoku Cake em separado, no corner de goods, e pedir pra entregar na mesa. Poxa, porque não dava pra pedir junto com o parfait? Ambos estavam muito bons, só não gostei da frutinha azeda que veio no cake (nem sei do que era). Pena que não podia tirar foto de nada no Swallowtail. E depois das 20h15, horário do last order, as maids estavam com tanta pressa, que já saiam retirando as coisas das mesas, menus, potes de açúcar etc. Pegamos um drink cada no set, pois cai de ¥550 para ¥330.


Depois, só restava ir embora pra casa, agora sim, debaixo da chuva... Noooo, molhou um pouco o meu card do Hoozuki! Aliás, pegamos dois cards do Hoozuki, e um de cada dos outros dois. Eu fiquei com o o Enma Daioh! Por hora, é isso!

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home