domingo, agosto 24, 2008

Papo Furado!!! (Parte 8)

Poupando Dinheiro...
Parece até mentira, vindo de um otaku como eu, mas nestes últimos meses estou conseguindo fazer a proeza de poupar dinheiro, seja com o hobby, alimentação ou contas em geral. Não, não estou vivendo de “pão e água”, mas estou sabendo economizar com coisas supérfluas. Primeiro, com relação ao hobby, o segredo é saber resistir à tentação. Antigamente eu era meio impulsivo, comprava qualquer coisa que aparecia pela frente. Bastava ser bonitinho para eu sair levando. Hoje eu lido de forma diferente, faço um planejamento antecipado do que realmente eu preciso comprar. Comportamento compulsivo é uma das piores características de um otaku. Por exemplo, hoje eu olho para uma figura e penso: “Será que eu preciso mesmo comprá-la?” Porque no fim das contas, ela acabaria ficando no fundo do armário. A mesma coisa vale para os jogos de PS2. Pra que comprar, se eu não vou ter tempo de jogá-los? Atualmente estou dando preferência por livros e revistas, pois pelo menos através delas eu consigo extrair alguma coisa de útil (pra postar no blog). O resultado disso tudo é que no mês passado eu gastei cerca de ¥25 mil com hobby, diferente de alguns anos atrás, que eu chegava a gastar quase ¥80 mil. É claro que existem muitos fatores que pesam nos gastos, como eventos. Aí os gastos acabam aumentando por causa dos produtos limitados ou autógrafos. “Felizmente”, na edição do Wonder Festival 2008 Summer não apareceu nada que fosse do meu interesse. O mesmo vale para o C3xHOBBY 2008, que vai ser realizado neste próximo final de semana.
Evitando lojas de conveniência e “Jidô Hanbaiki”
Agora, com relação à alimentação, a primeira coisa que eu literalmente cortei foi a loja de conveniência Seven Eleven, próximo de onde eu moro. Comprar comida em lojas de conveniência é um tremendo desperdício de dinheiro. Antigamente eu ia praticamente todos os dias no Seven Eleven, pra comprar “obentô”, pães, salgadinhos e bebidas, mas não me dava conta dos gastos, já que tudo é mais caro do que comprar no mercado. Agora eu só passo no Seven Eleven para pagar contas. Só quando eu não tenho tempo de ir ao mercado, aí eu compro uma bobagem ou outra pra enganar o estômago. Uma outra coisa que eu diminui consideravelmente, foi comprar bebidas nas máquinas de venda automática, as tradicionais “jidô hanbaiki”. Isso sim eu posso dizer que é desperdício. Na fábrica em que eu trabalho, existem muitos “colegas” que chegam a gastar entre ¥500 a ¥600 por dia (¥100/Bebida). Como trabalha-se em média 20 dias por mês, os gastos ficam entre ¥10000 e ¥12000 por mês. Agora tentem imaginar isso num ano, ¥120 mil e ¥144 mil, respectivamente. Cara, é muita grana, dá até pra comprar uma TV digital (eu paguei ¥111235 na minha)! É claro que vale aquele ditado, “cada cabeça, uma sentença”. Quem tem grana pra torrar em hanbaiki, vai fundo! Quanto a mim, compro apenas um copinho de Coca-Cola ou Calpis, por ¥80/dia (¥1600/mês, ¥19200/ano).

Resumindo tudo, é preciso saber poupar nos dias de hoje. Infelizmente, o Japão de hoje não é o mesmo do início dos anos 90, quando era forte o movimento dekassegui. O desemprego aumentou e os salários diminuíram drásticamente. Foi-se o tempo em que dava pra tirar uns ¥500 ou ¥600 mil por mês. Hoje, se eu tirar ¥200 mil, já é motivo pra ficar feliz!

3 Comments:

At segunda-feira, agosto 25, 2008 10:54:00 AM, Blogger Sarah said...

Compulsãp por compras é o ponto fraco de todo e qualquer Otaku, realmente é algo bem dificil, no Japão então, onde se tem de tudo, deve ser ainda pior!!!
Aqui também está dificil, cada mangá custa em média 10,00, salvo os meio tankobons que vem fininhos e custam 6,90!!!
Eu chegava a colecionar até 7 títulos de uma vez, agora, para economizar, compro no máximo 3...
Juntando dinheiro assim, as raras vezes que vou a um evento,compro bugigangas, e ultimamente,compro cds originais de animesongs via internet!=D
é muuuito dificil, mas ainda sim dá que meio pra controlar ^_^.
Ganbatte!!!

Kissus!!

P.s:Desculpa ter desaparecido do blog..fiquei sem pc um bom tempo.

 
At segunda-feira, agosto 25, 2008 8:25:00 PM, Blogger Michel said...

Bom retorno, cara Sarah!

Essa questão da compulsão por compras não é um problema apenas do meio otaku, mas da própria sociedade japonesa, marcada pelo consumismo. Aqui no Japão você trabalha, ganha e gasta. Colecionar coisas é legal, mas é preciso saber controlar os gastos.

 
At terça-feira, agosto 26, 2008 6:16:00 AM, Blogger Sarah said...

Li uma matéria sobre "O Japão de Hoje" numa revista esses dias que falava justamente disso.
Bem, pelo menos no Japão , você tem dinheiro para gastar, pior o Brasileiro, que não tem, Gasta e depois fica no prejuízo.

Não sei quanto está custando um tankobon aí no japão, mas venhamos e convenhamos, aqui a qualidade do papel é inferior,a capa não chega nem aos pés da japonesa, e custa 10 reais!!(tirando cavaleiros do zodiaco que custa 13 O__O).

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home