quinta-feira, agosto 16, 2012

Kanchô Anno Hideaki TOKUSATSU HAKUBUTSUKAN

"Miniature de Miru Shôwa Heisei no Waza"
(A Arte das Eras Shôwa e Heisei, Vista Através de Miniaturas)

Ontem, dia 15, aproveitando meu último dia do feriado prolongado (só tive míseros três dias...), tirei o tempo para tentar fazer algo diferente, do que simplesmente ir passear em Akihabara. A idéia original era de ir passear em Yokohama, com os amigos Leandro e Kiyoshi, mas acabamos desistindo por falta de planejamento. Yokohama é muito grande, e se não for cedo, não dá pra aproveitar legal. Sendo assim, decidi ir sozinho para o Tokusatsu Hakubutsukan, ou Museu do Tokusatsu, que está em exposição no Museum of Contemporary Art Tokyo (MOT), no bairro de Shirakawa, em Tokyo, desde o dia 7 de julho a 8 de outubro. Essa visita já era uma das minhas metas há um tempo, mas acabei indo sozinho, pois o Leandro e o Kiyoshi já tinham ido para Akihabara. Para chegar até a estação de Kiyosumi Shirakawa nem é tão complicado, pois como fica na linha Hanzomon, ela é ligada a linha Tobu, e é só pegar um trem em Kuki, que vai direto. E ao sair da estação, fizeram uma coisa genial, a cada tantos metros, colocaram um espantalho, com uma plaquinha indicando o caminho. Até uma criança chega facilmente lá, em cerca de 10 minutos.
O Museu abriga várias exposições, e uma delas, o Tokusatsu Hakubutsukan, é uma idealização do diretor Hideaki Anno, de Evangelion, que tem uma longa identificação com o tokusatsu (mas isso é uma longa história...). A concepção desta exposição está em mostrar a arte de se fazer tokusatsu através das miniaturas, como se fazia tokusatsu antigamente, sem os recursos de hoje. E o que eu posso dizer é que, os caras antigamente eram gênios, principalmente Eiji Tsuburaya. Hoje você disfarça tudo com CG, mas antigamente era tudo artesanal. A amostra foi separada em 70 pontos, e utilizando um "onsei guide" (guia sonoro), emprestado por ¥500, você podia ouvir a narração de cada parte, digitando os respectivos números. Isso torna mais interessante a compreensão. Vale lembrar que a exposição basicamente abrange os filmes e séries da Toho, Daiei e Tsuburaya, excluindo a Toei. Muito legal ver algumas das suits, máscaras e objetos originais, utilizados nas filmagens, como a primeira suit do Mecha Godzilla, a máscara do Kaiketsu Lion Man, Spectreman etc. Entretanto, muito material acabou se deteriorando ou desaparecendo, então boa parte do que foi apresentado, era réplica das originais, ou em alguns casos, item restaurado. Uma das partes mais legal é o Tokusatsu Bijutsu Sôkô (Depósito de Arte de Tokusatsu), uma réplica do extinto depósito da Toho, que abrigava todas as miniaturas utilizadas nos filmes. Infelizmente, o pouco que sobrou, está em péssimo estado de conservação, mas mesmo assim, ao entrar lá, você se sente voltando no tempo.
Não era permitido tirar fotos lá dentro, a não ser na parte final, uma cidade miniatura. Mas isso nem era um problema, pois comprei o livro oficial do Tokusatsu Hakubutsukan, que continha tudo o que foi apresentado. Depois, anexarei algumas fotos do livro. Ah, não posso me esquecer do outro atrativo, o curta metragem de 9 minutos, "Kyoshin-hei Tokyo ni Arawaru" (Um Gigantesco Guerreiro Divino Surge em Tokyo), uma produção do Estúdio Ghibli, baseada num monstro do anime Kaze no Tani no Nausicaa, de Hayao Miyazaki. Hideaki Anno, que era um dos ilustradores de Nausicaa, se baseou no Kyoshin-hei e no Ultraman, para criar o Evangelion. O objetivo deste curta está em mostrar como fazer tokusatsu sobre a ótica das miniaturas e um trabalho todo artesanal. Você acaba sendo literalmente "enganado", com o que os seus olhos vêem e como realmente foi feito. E toda a narração do filme feita pela Megumi Hayashibara, no maior estilo "Rei Ayanami".
Enfim, uma visita espetacular! Cheguei por volta das 11h10 no museu, pensei que não haveria muita gente, comprei o ticket do dia (¥1400), mas acabei pegando uma fila de uns 20 minutos para entrar. Como não há limite de tempo, entra mais gente do que sai. Tem momentos que fica apertadíssimo. Pensei que não demoraria tanto tempo, e quando percebo, fui embora depois das 15hs. Vejam todas as fotos no meu Photobucket. Termino a postagem com estas duas fotos abaixo. Vocês conseguem acreditar que tudo isso é uma miniatura? As duas casas no primeiro plano, e os prédios no segundo eram maquetes, e você podia se posicionar no meio, para tirar foto, com a visão através dessa janela. Os prédios em terceiro plano eram uma pintura.

PhotobucketPhotobucket

1 Comments:

At quinta-feira, agosto 23, 2012 10:03:00 AM, Anonymous Top Gunder said...

Acabei de ver as fotos. Gostei bastante. Imagino que quem esteve de perto deve ter brincado em se sentir um herói ou um monstro gigante. rsrsrs! Maravilha!

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home