terça-feira, abril 01, 2014

Tamura Yukari LOVE LIVE 2014 Spring *Fruits Fruits Cherry*

Passando rapidamente pra comentar a respeito do live da Yukari Tamura, no Nippon Budokan, realizado dias 29 e 30 de março, última apresentação da turnê 2014. Fui no dia 30, justamente porque o show começaria mais cedo do que no sábado, às 16h00 (entrada às 15h00). No sábado era às 18h00 (entrada às 17h00), e com toda a certeza, eu não conseguiria voltar para casa, se ficasse até o final do live. Os tickets "stage side" para o sábado, por um breve momento, haviam sobrado no site do e-plus, no dia da venda comum (22), mas só compraria se fosse para o domingo, e como eu já havia comentado antes, tive essa sorte. Sempre é bom ficar de tempo em tempo, verificando os sites de tickets, mesmo que a princípio, eles estejam esgotados. É que muitos deles acabam voltando aos sites, por pessoas que reservaram e não pagaram. E o melhor ainda, foi eu ter escolhido o assento. Fiquei "brincando" de escolher e cancelar, até aparecer um bom assento, que não fosse no segundo andar, e nas laterais. Consegui um na ala sudoeste, primeiro andar, fileira K.
Antes de ir para o live, havia ido assistir ao filme dos Kamen Riders, em Nishi-arai, que dava apenas cerca de 35 minutos de trem, até a estação de Kudanshita, onde fica o Budokan. Uma das coisas que atrapalhou foi o mau tempo, com uma garoa, mas uma forte ventania. Parecia até que estava passando um tufão. Tentei abrir o guarda-chuva, que virou ao contrário logo em seguida, e fui desbravar debaixo da chuva mesmo. Engraçado era o desespero das pessoas...kkk! Cheguei por volta das 13h40, e já fui entrar na fila para comprar os goods, na verdade, apenas os dois tipos de Panfleto A e B, cada um de ¥3000. Não curto muito toalhas, listband, e outras coisas. Muita gente estava tentando tirar fotos das cerejeiras (sakura) ao redor do Parque Kita no Maru, onde fica o Budokan, mas tirei apenas duas, pois com a chuva e o vento, nem valia à pena insistir nisso. Como a entrada no Budokan era só a partir das 15h00, fui procurar algum café para passar o tempo, por volta das 14h10, pois não há deptos nos arredores de Kudanshita, e as cobertas do Budokan já estavam cheio de gente aguardando para entrar.
Arrisquei entrar num Excelsior Caffé, cafeteria que não entrava há mais de um ano (sou adepto do Starbucks). Não sou muito de enrolar nesses lugares, mas fiquei uma meia-hora. Pedi o café do momento, um Bruleé Orange Latte (Hot/S) e mais dois bolos pra acompanhar. E é claro, usar o lugar pra tirar fotos dos panfletos...rsrsrs!

Voltei ao Budokan às 15h00, entrei, e fui para o meu assento. Pela foto, dá pra perceber que não foi um assento ruim. Dava pra ver bem o palco, e como era a última fileira, encostado com a parede, me encostei mesmo, para não cansar. Entretanto, o ruim, é que não dava pra ver direito o telão. Mas isso foi o de menos, já que a histórinha apresentada, a Yukarin viajando por um outro reino, pra saber o que era o amor (koi), foi igual ao do live no Saitama Super Arena. Aproveitava pra descansar a vista... O live em si, foi praticamente o mesmo do SSA, com quase o mesmo set list. E de fato, ela deu preferência aos temas que não eram de anime, o que me deixava boiando, com raras exceções, como o OP de No-Rin e Hen-Neko. E fiquei frustrado, por ela não cantar o tema da Kusakabe Yuka (Yukatan), o "Cordless Tere Phone", tema de seu personagem em No-Rin. Por ser o último live, ele acabou bem tarde, por volta das 19h50, com direito a dois encore. Ninguém esperava que ela voltaria ao palco pela segunda vez, e muita gente já tinha deixado o Budokan. Ela mesma não sabia o que falar, já tinha falado de tudo. Aliás, a Yukarin, pra apresentadora, é horrível, não sabe entreter o público. Engraçado foi ver ela fazendo piada por ter chovido. "No próximo live, acho que vou vender goods para chuva. Vou comprar a ¥100 e revender a ¥1200! O problema é se não chover...", algo assim que ela disse. Uma coisa que chama a atenção na Yukarin, é o jeito menininha dela, e pensar que ela já tem 38 anos! Terminado o live, fui comer num McDonald's, antes de ir embora.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home