sábado, março 12, 2011

Terremoto no Japão

Ontem foi um dia que eu queria esquecer! Bom, a notícia está correndo solta, então não pretendo me alongar muito no assunto, mesmo porque eu ainda estou meio confuso com tanta informação entrando na cabeça ao mesmo tempo.

Quando deu-se o terremoto, eu estava no trabalho, em pleno intervalo (14h45). Pensei que fosse mais um terremotozinho, mas a coisa foi ficando mais intensa e não parava de tremer. Daí, os funcionários foram dispensados às 15hs, um colega me trouxe até o apto (já que os trens estavam paralisados), e quando entrei, me deparei com todas as minhas coisas no chão. O notebook, o monitor, o HDD Recorder (PSX), tudo no chão. O fornecimento de energia elétrica e água haviam sido interrompidos, só retornando às 4hs da madrugada. Arrumei o que dava pra arrumar, enquanto havia luz. Como eu estava com fome, só havia almoçado, tentei passar numa loja de conveniência, mas todo e qualquer comércio estava fechado, por falta de energia. Nem mesmo lavar as mãos eu pude, por falta d’água. Tapeei o estomago com algumas bolachas e fui dormir. Só dava pra fazer isso. De resto, olhei algumas reportagens e o fórum Tokubrasil (no qual haviam aberto um tópico sobre o terremoto), através do celular, até onde a bateria durou.

Por aqui, tudo já voltou ao normal, depois do terremoto. Como eu moro na região de Kanto (Sudeste), não houve grandes avarias. O problema mesmo foi no nordeste, como em Miyagi-ken, epicentro do terremoto. Ali foi uma devastação inacreditável! Pela internet, vi os Tsunami que invadiram a superfície, e fiquei impressionado. Nunca vi coisa igual, parecia coisa de filme. As casas, carros e barcos, parecia tudo maquete de seriados japoneses, tamanha a facilidade que eram levados pela correnteza. Felizmente, não tive perdas, mas algumas embalagens dos meus produtos ficaram danificadas. Caixas de figuras amassadas, rasgadas, caixas de CDs/DVDs trincadas etc. Paciência! Ainda deixei tudo como aparecem nas fotos abaixo, depois eu vou ver o estado das coisas. No momento, como os abalos tem vindo de tempos em tempo, tenho que estocar um pouco de comida, para o caso de ficar muito tempo sem energia. E preciso comprar uma lanterna. O risco de mais abalos fortes ainda existe.
E logo que a energia voltou, me conectei à internet e comecei a me comunicar com muitos dos amigos que vieram me procurar, seja via e-mail ou MSN. Nessas horas, as pessoas ficam preocupadas, e o Japão passa a ser uma região única, pois ninguém vai saber onde foi mais afetado, menos afetado. Natural, também já passei por isso quando houve o terremoto de Kobe, em 1995, ao não se lembrar onde meus primos e tios estavam. Também já conversei com meus dois amigos no Japão, Osmar (Shizuoka) e Leandro (Tochigi), cujos tremores foram bem menores do que em Gunma. Como as linhas de telefone estavam congestionadas, não foi possível falar de imediato com ambos. Mas o importante é que todos estão bem, além de outros membros do Tokubrasil que residem no Japão. Nessas horas que eu agradeço, por morar longe do epicentro!

5 Comments:

At domingo, março 13, 2011 2:36:00 AM, Anonymous Robinson Oliveira said...

Realmente a bagunça foi grande na sua coleção mas graças a Deus você esta bem.

 
At domingo, março 13, 2011 11:39:00 AM, Blogger Betarelli, Ivan D. said...

Complicado. Fiquei pensado ontem com meus botões... no Japão, o povo é avançado, competente, responsável, dedicado...

... se isso acontecesse no Brasil, confesso que não saberia avaliar o resultado de uma catástrofe natural dessa magnitude. Creio que em poucos anos o povo nipônico tem estrutura suficiente pra se recompor, mas aqui acho que o caos se desencadearia.

Posso estar sendo leviano com esse comentário, mas é o que penso analisando o fato com a visão que tenho hoje.

Desejo força e paz para os japoneses, e que Deus ajude pra que isso aconteça cada vez menos. Nenhum ser humano merece passar por essa calamidade.

 
At segunda-feira, março 14, 2011 6:39:00 AM, Blogger Spider-Phoenix said...

Michel, fico muito feliz em saber que você está bem. Deus seja louvado por ter protegido sua vida e não ter acontecido nada de grave.

Tudo de bom para você e os compatriotas aí no JP. Que Deus abençõe e proteja suas vidas.

 
At segunda-feira, março 14, 2011 11:50:00 AM, Blogger André Fernandes said...

Quando ví a notícia desse terremoto logo quando acordei na sexta-feira, o que me veio logo na cabeça foi de saber como você estaria Michel.

Ainda bem que o pior não passou pela região onde você mora.

E realmente, vendo as cenas do tsunami, aquilo parecia cena de filme...

Que Deus continue lhe protegendo e também protegendo o nosso querido arquipelago...

Sei que estou escrevendo esta mensagem tarde, mas mesmo assim estou marcando presença aqui pela minha preocupação.

 
At segunda-feira, março 14, 2011 1:32:00 PM, Anonymous lagarto said...

Bom saber que você tá bem, cara. Na atual situação já é uma ótima notícia.

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home