quinta-feira, janeiro 06, 2011

Voltando ao trabalho…

Ontem, dia 5, voltei ao trabalho, após uma semana de folga. Trabalhei das 8hs~20hs, tudo tranquilo, apesar do cansaço de ficar muito tempo parado. Queria ter podido aproveitar melhor a folga, mas como sempre, não consegui fazer tudo aquilo que eu planejava. Nem consegui organizar as estantes que eu comprei, apenas coloquei seis delas no quarto, e aos poucos vou preenchendo os espaços. Tenho muita coisa a mudar de lugar... Aproveitei mesmo foi pra tirar o atraso no sono, e assistir muitos programas especiais de final de ano. Gravei o 61º NHK Kôhaku Utagassen, mas nem tive tempo de assistir. Apesar de que, como ando bem por fora do tá rolando no J-Pop, nem faz muita diferença assistir ou não. É mais por tradição!
Bem, mas mudando de assunto, hoje eu comecei a ler a mini-novelização (shôsetsu) do Ore no imouto ga konnani kawaii wake ga nai, que veio de brinde no Blu-ray. Muito legal. São duas histórias, a primeira é baseada no primeiro episódio, mas narrada pela Kirino. A segunda é a parte do “Off-Kai” (Encontro em Off), dos frequentadores da Comunidade SNS “Otakukko Atsumare!”, mas na visão da Kuroneko. Na obra original, tudo é contado sobre a ótica do Kyôsuke Kousaka. E isso faz uma grande diferença, pois aqui a gente fica sabendo o que a Kirino pensa a respeito de seu irmão, e o quanto ela o odeia, com frases pesadas do tipo “Shineba ii” (morre logo), ou “Já teve uma época que eu o considerava como meu irmão, hoje ele é apenas um sujeito”. Fica explicado, por exemplo, por que ela precisava do estojo do DVD do anime Hoshikuzu Witch Meruru (pra participar de uma promoção). Já a segunda história, da Kuroneko, é um tanto complexa, pois ela tem um liguajar complicado. Uma parte que não tem no anime, é que a Kuroneko, quando chegou em Akihabara para o encontro no Maid-Café, já tinha encarado um olhar com a Kirino, e pensou que ela e o irmão fossem namorados. No áudio comentário, a Kuroneko diz que já estava em Akihabara, esperando pela Saori, mas que apenas não aparece na tela...rsrsrs! Resumindo o que eu quero dizer, mesmo pra quem já viu o anime ou leu o manga, o Bunko (novelização) acaba transmitindo a mesma situação, mas de uma ótica diferente, justamente por ser narrado em terceira pessoa.

2 Comments:

At segunda-feira, janeiro 10, 2011 1:14:00 PM, Blogger Pedroh said...

Michel, gostaria de fazer duas observações:

1- De tanto que falou de OreImo (reslolvi que vou assistir).

2- É fantástico como você consegue lembrar os horários exatos, em que passa num determinado lugar. Eu fico espantado, auahuahuhaua.

Abraços,
E boa sorte neste começo de ano!
Visito há um bom tempo o blog, mas comento pela primeira vez.

 
At segunda-feira, janeiro 10, 2011 11:21:00 PM, Blogger Michel said...

Pedroh, espero que você aprecie o “Ore-Imo”. Ficaria feliz em “trazer mais um para o rebanho”...rsrsrs!
Na verdade, os horários eu copio dos recibos. Não tenho essa memória fotográfica. Mas vale lembrar que é o horário que eu pago a compra, apenas pra se ter uma base e organizar as compras na ordem. O tempo em que eu fico em cada loja é bem maior.
Valeu pelos comentários, esteja a vontade pra comentar!

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home