quinta-feira, julho 19, 2012

Ookami Kodomo no Ame to Yuki

Neste sábado, dia 21, estréia nos cinemas a nova produção do diretor Mamoru Hosoda, Ookami Kodomo no Ame to Yuki (Crianças Lobo: Ame e Yuki), obra que está sendo muito bem falada pela mídia. A expectativa é grande e pode repetir o sucesso das obras anteriores, “Toki o Kakeru Shôjo” (2006) e “Summer Wars” (2009). Assisti ambas, pela televisão, embora tenha achado mais interessante o “Toki-Kake”. E o segredo do Mamoru Hosoda é em não criar um universo grandioso, de super-heróis que defendem o mundo, mas colocando personagens próximos a realidade, ambientada em alguma cidadezinha do interior. Em Ookami Kodomo, a história se passa ao longo de 13 anos, no qual a heroína Hana, se apaixona e se casa com um Ookami Otoko (Homem Lobo) e tem uma filha (Yuki) e um filho (Ame) com ele. Entretanto, um ano depois, o marido acaba falecendo num acidente, e Hana decide criar os filhos sozinha, longe da metrópole, onde as crianças terão que decidir viverem como humanos ou lobos. O destaque também fica por conta do character design de Yoshiyuki Sadamoto (de Evangelion), repetindo pela terceira vez a parceria com o diretor Hosoda.
Como sábado eu terei que trabalhar, deixei pra assistir no domingo, e hoje de manhã, foi divulgado os horários de exibição do Ikebukuro HUMAX Cinemas para o segundo dia. Serão ao todo sete sessões, e vou tentar assistir na primeira, das 9h00~11h05, que será exibida no cinema 1 (a maior sala, com 483 assentos). E pelo que consta no site do cinema, esta primeira sessão os assentos são livres, podendo sentar onde quiser. Diferente do filme da NANOHA, o número de salas é bem maior, e por isso nem deve haver fila. O Cumprimento de Palco vai ser apenas no TOHO Cinemas Roppongi Hills, em dois horários, e só nos cinemas da TOHO, que é a distribuidora, vai ser vendido um combo set de pipoca (similar ao da NANOHA).
E como eu não aguentei a ansiedade em saber mais sobre a história, acabei comprando na terça, no Tsutaya, o primeiro volume do manga, lançado pela Kadokawa Shoten no dia 14. A ilustração é do mangaka Yû, baseado no character design original de Yoshiyuki Sadamoto. O manga está sendo publicado na revista Young Ace, e segue a história a novelização (bunko), escrita pelo Hosoda. Consegui ler numa tacada só, pois a narrativa é bem simples e direta, com poucas falas e mais visual. As quatro primeiras histórias desse volume 1 servem apenas como introdução da história e dos personagens, sem ainda apresentar o verdadeiro dilema. Só conferindo mesmo no cinema!

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home