sábado, dezembro 31, 2011

Conhecendo Harajuku!

Hoje, eu nem tinha planos de sair de casa, a não ser pra passar na loja de conveniência do Lawson, pra pagar e retirar o meu ticket do evento Morphin!! Tokumei Sentai Go-Busters, como eu já havia comentado. Também, com um frio do caramba, a vontade era só ficar debaixo do cobertor. Mas acordei cedo, às 7hs da manhã, comi uma tigela de cereal, comecei a escrever a postagem do Go-Busters, enquanto assistia a reprise do Chôjin Bibyun pelo Family Gekijô. Depois, aproveitei pra responder um monte de e-mails, e conversar com um amigo via MSN. Daí me veio a idéia, de sair, pegar o trem e ir pra qualquer lugar que seja, sem se preocupar com o tempo. Almocei, fiz a barba, vesti o meu “uniforme” do K-ON!, saí de casa às 12h20, e fui acabar parando em Harajuku, o tradicional bairro dos jovens! Há tempos eu queria ir pra lá, só faltava uma oportunidade. Queria ver mesmo se esse bairro era tão fashion como se falava. E realmente é! Claro que, não vou sair tirando foto de todo maluco que aparecer, mas o lugar tem uma aura diferente de Shibuya ou Shinjuku. Vale lembrar que Harajuku faz parte do distrito de Shibuya.
Mas por onde começar? Ali, o que não falta são lojas de departamentos. Comecei pela famosa avenida Omotesando, e aproveitei que tinha um Lawson no caminho, pra pegar o tal ticket. Mais adiante, eu parei pra conhecer a loja de depto de moda feminina & masculina Laforet Harajuku. A maioria das lojas parece ser de moda feminina, e tem muitas lojinhas com acessórios e vestimentas extravagantes. O estabelecimento não é tão grande, mas o que chama a atenção é a separação dos andares, ou melhor dizendo, “meio-andar”, 1.5, 2.5, 3.5... Você sobe meio lance de escadas e já está num piso diferente!
Descendo mais um pouco pela Omotesando (é uma ladeira), entro no depto Omotesando Hills, que reúne não apenas lojas de “fashion”, mas restaurantes, cafés, salão de beleza e outras coisas. São seis andares, sendo três deles no subsolo. O que chama a atenção é a arquitetura, já que o prédio é bem estreito e os pisos são divididos por rampas. Em muitos locais, tem placas que proíbem tirar fotos. Essa eu tirei da extremidade “mais fina”, já que o estabelecimento é como se fosse um triângulo. Procurei um restaurante ou café, que estivesse vazio, mas todos estavam lotados. Obviamente que não comprei nenhuma roupa, pois esses deptos de Tokyo estão fora de minha realidade!
Depois, eu encontrei, meio que por acaso, o Evangelion Store Tokyo-01, a loja oficial de produtos de Evangelion. Na verdade, eu sabia da existência dessa loja, que havia sido inaugurada em 23 de novembro, mas nem fazia idéia que ficava em Harajuku. Mas ao olhar no mapa, que fica fora da estação, resolvi dar uma procurada, e achei graças ao GPS, pois ela fica numa rua bem escondida. Vale lembrar que, o site Evangelion Store, já existe há seis anos. Harajuku é a primeira loja “real”. Não sou de comprar itens de Evangelion, a não ser figuras da Rei & Asuka, mas até que tem bastante goods exclusivos do Tokyo-01, ou seja, que só podem ser comprados lá. O interior da loja é bem legal, pena não poder fotografar (só essa estátua de bronze da Rei).

Saindo de Harajuku, como não resisto (!), acabei passando rapidamente em Akihabara, na Animate, para comprar o CD THE IDOLM@STER ANIM@TION MASTER 06 (¥2800), lançado dia 28.

Bom, não sei se saio amanhã também, ou se até o dia 4, quando termina minha folga. Talvez sim, talvez não, vai depender do meu ânimo, sem contar que tenho coisas a fazer em casa. Não sei porque, deu até vontade de ir no Comic Market, pois eu vi um monte de gente com sacolas do Comiket, andando por Akihabara...rsrsrs! Mas tem uma lista de outros lugares que eu gostaria de conhecer um dia, como a Tokyo Tower, a Tokyo Sky Tree (que vai ser inaugurada em maio), o prédio Roppongi Hills (onde fica a TV Asahi)... Mas por hora, ano que vem, no dia 28, vou conhecer o Tokyo Dome City, em Suidôbashi.

2 Comments:

At sábado, dezembro 31, 2011 1:33:00 AM, Blogger Felipe Nasca said...

Então existe loja de roupa masculina em Harajuku? Me disseram que era lenda, hahah

Mas foi um post legal, diferente da maioria sobre Harajuku, que falam sempre as mesmas coisas.

 
At sábado, dezembro 31, 2011 9:09:00 AM, Blogger Michel said...

Claro que existe, Felipe, mesmo porque, Harajuku é um bairro unissex. Entretanto, muitas lojas são misturadas, daí você tem que procurar nas legendas "lady's/men's". Ainda pretendo explorar mais um pouco Harajuku, futuramente. Foi bom pra espairecer, e trazer algo de diferente ao blog.

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home