segunda-feira, novembro 07, 2011

Akihabara→Odaiba→Ikebukuro

Como eu havia comentado, dia 29, sábado, tinha ido passear com meus amigos Kiyoshi e Leandro, pelos arredores de Tokyo, a começar por Akihabara, que serviria apenas como nosso ponto de encontro. Dali é que decidiríamos pra onde ir. Como o Kiyoshi mora em Ota, na cidade vizinha de Oizumi, é normal a maioria das vezes a gente sair junto, partindo aqui da estação de Nishi-Koizumi. Pegamos o trem das 8h39, e como não estava com pressa alguma, resolvi não trocar pelo trem expresso, indo de trem comum, de Tatebayashi a Kita-Senju.
Etapa 1 – Akihabara
Chegando em Akihabara às 11h10, a primeira coisa foi encher a barriga, do lado da estação, no Homemade Curry Time, enquanto esperávamos o Leandro (que vem de Chiba). Ele chegou por volta das 11h30, e nossa segunda parada foi fazer mais uma refeição...rsrsrs! E foi ao lado do Curry Time, no Homemade Fresh Becker’s, que eu não entrava desde 2003. Quer dizer, eu só tomei um Ice Coffee, pra acompanhar! Depois fomos verificar material de hobby e peças para computador (deles). Bom, mas eu tinha as minhas compras pra fazer também, pouca coisa, e fui primeiro na Sofmap Amusement, pra comprar o Blu-ray DOG DAYS 4 (¥6610). Como era dia do “Yoyaku no Hi” (Dia de Reserva), tive que encarar quase 40 minutos de fila. Entrei na fila às 13h20, e só saí de lá às 14hs (vendo o horário do recibo). Era tanta gente no quinto andar, que só permitiam a entrada de quem fosse realmente comprar alguma coisa. Pra não fazê-los me esperar, avisei para nos encontrarmos depois em outro lugar.
Em seguida, passei na Liberty, para levar o DVD Keroro Gunso 7th Vol.9 (¥3398), encerrando as minhas compras em Akihabara. Depois, por volta das 14h20, fui me encontrar com ambos, na Sofmap Honkan (Matriz), demos mais algumas voltas, e depois das 15hs, decidimos ir para o bairro de Odaiba.
Etapa 2 – Odaiba
Bem, na verdade, geofraficamente falando, não fomos exatamente para Odaiba, e sim para Aomi, que fica a algumas estações depois, através da linha Yurikamome. Mas é que falar em Odaiba fica mais fácil, pois é um lugar conhecido, onde tem várias atrações como a Fuji TV, o Aquacity e o DECKS (SEGA) etc. Até então, eu só tinha ido para a estação de Kokusai Tenji-jô Seimon, onde fica o Tokyo Big Sight. Desta vez, o guia foi o Leandro, já que a nossa primeira parada foi o MEGA WEB, literalmente um parque temático sobre carros, que é uma das especialidades dele, por assim dizer. Não vou negar que carros seja algo que eu curta (a não ser os exóticos), mas é sempre bom dar uma variada de local, principalemente estando com amigos, vou pra onde me chamarem! O primeiro destaque é o Toyota City Showcase, um mostruário dos novos modelos da Toyota. Embora sejam apenas dois andares, em comparação aos quatro, do Toyota Amlux Tokyo, o local é bem mais amplo, com simuladores, café e até palco. E através do “Ride One”, pode-se experimentar os carros, num curso de 1.3km, fazendo reserva de horário (pra quem tem habilitação, é claro).
O outro lugar muito legal é o History Garage, um museu com carros de vários países, principalemente entre a década de 50 a 70. Ali é nostalgia pura, não só pelos carros, mas pela decoração de época, simbolizando cada país. Tem muitos carros conhecidos, como o Mazda Cosmo Sports L10 (Kaettekita Ultraman) ou o Delorean DMC-12 (Back to The Future). E não posso me esquecer de mencionar o shop Grease, uma loja com mais de 3000 miniaturas a disposição (muitas delas à venda). Na hora, me bateu o saudosismo, da coleção de carrinhos de metal, que eu tinha quando criança (alguém se lembra dos Matchbox?).
Em seguida, passamos na loja de departamentos Venus Fort, que fica em frente ao MEGA WEB. O local é impressionante, nunca vi coisa igual! Literalmente, conseguiram construir uma cidade em estilo européia, dentro de um depto, com direito até a céu artificial. Cara, parece até coisa da ficção, como as colônias espaciais de Gundam/Macross, você até acaba perdendo a noção do tempo, ao olhar pra cima e pensar que já é noite! Um detalhe interessante é que, tanto no Venus Fort como no MEGA WEB, é permitido andar com animais de estimação (não em todas as áreas), desde que não causem nenhum transtorno. Isso porque no primeiro andar (Venus FAMILY), tem várias lojas de Petshop, e até um bebedouro (dog-bar) para os cães! Infelizmente, acabei me esquecendo te tirar fotos no local, mas é só jogar o nome Venus Fort no Google, que vai aparecer várias imagens. Bem, já tinha passado das 17h30, e o Kiyoshi teve a ideia de ir conferir a exposição THE IDOLM@STER in Namco•Namjatown, em Ikebukuro, nossa terceira e última parada.
Etapa 3 – Ikebukuro
E foi uma corrida contra o tempo, pois levaríamos cerca de uma hora para chegarmos no Sunshine City, e embora o parque fechasse às 22hs, poderíamos ficar até mais ou menos 20hs. Sabe como é morar longe, o feitiço acaba, a carruagem vira abóbora etc...rsrsrs! Sinceramente, nem imaginava voltar lá, uma semana depois, mas o Kiyoshi estava querendo levar alguns goods de IM@S, além de experimentar alguns dos menus especiais. A primeira escolha foi o Pudim da Chihaya Kisaragi, o “Aoi Tori Pudding” (¥580), baseado na música preferida da Chihaya (Aoi Tori=Pássaro Azul). Depois, encaramos o sorvete da Makoto Kikuchi, “Makoto no Nobi~ru Kirakira Ice” (¥550). Agora eu entendo porque se chama “nobiru” (esticar), oh sorvetinho difícil de comer! Coitada da Makoto, deu até dó de comer... Obviamente, não posso vir aqui, bancar o guloso e dizer que comi três, era um pra cada um...rsrsrs! O Kiyoshi ainda teve estomago para devorar os bolinhos de arroz da Miki Hoshii, “Miki no Onigiri nano” (¥600), mas eu fiquei só com os marshmallow da Azusa Miura, “Junpaku no Azusa-san Marshmallow” (¥600). Confiram todos os 12 Dessert&Food.
O evento vai até o dia 30, mas não sei se volto pra lá pra comer o que faltou...HeHeHe! Bem, acho que dia 19, sábado, vou passar lá novamente, pois do dia 18/11 a 27/1 vai ser realizado o Eiga K-ON! in Namco•Namjatown, com mais pratos pra degustar!

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home